FANDOM


MUSEU MUNICIPAL 035.jpg
A Chaminé na cozinha alentejana, como demonstramos na exposição permanente do Museu Municipal de Estremoz, era um elemento fundamental da casa tradicional. Chegavam a ser maiores várias vezes que a própria habitação. Do exterior destacavam-se pela sua majestade e desproporcionalidade.

Na lareira, o lume de chão tinha de estar permanentemente aceso. Perto do lume ficavam o Soprador para o ir mantendo aceso, uma Tenaz para lhe ir mexendo e também uma Vassourinha e para limpar as cinzas.

Panelas de barro tinham sempre água a aquecer, para o que desse e viesse. Esta era a água para fazer café, as refeições e até para lavar a loiça. Às horas certas, eram colocadas Tigelas de Fogo sobre as Trempes para cozinhar, ou, simplesmente para apurar o almoço ou jantar.

Sentados numa Tripeça/Burro, ficava-se com os olhos fitados na rapaziada para que não se chegassem muito ao fogo, ao mesmo tempo que se ia esculpindo algum pedaço de buxo. Ao fumo, no interior da chaminé, num local onde não chegasse o lume, pendurados pelo fio num ferro, ficavam os enchidos, carne fundamental numa época em que apenas o fumeiro e a salga conservavam os alimentos.

É certo dizer, que a chaminé era o centro familiar da casa alentejana tradicional!

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória